Arquivo da tag: estudo

Vinho pode estimular a criatividade, diz estudo

Segundo um estudo realizado pela Universidade de Graz, na Áustria, algumas taças de vinho são capazes de acabar com o temido “bloqueio de criatividade” que tanto nos incomoda quando precisamos solucionar um problema ou ter novas ideias.

Vinho x criatividade

Durante a pesquisa, o médico Mathias Benedek examinou 89 participantes. Um grupo deveria consumir vinho em quantidade moderada, enquanto o outro ficaria sóbrio. Em seguida, eles precisavam resolver tarefas que necessitavam de criatividade. Aqueles que consumiram a bebida solucionaram os desafios com mais agilidade.

Interessante, não?

Veja muitas outras notícias e curiosidades aqui!

Boa notícia: vinho previne mal de Alzheimer!

Cada dia uma notícia melhor relacionada ao consumo de vinho! Segundo um estudo publicado pela revista Scientific Reports, a ingestão moderada de vinho pode reduzir as chances de termos mal de Alzheimer.

Vinho x Alzheimer

Os cientistas estudaram os efeitos do álcool em cobaias vivas. O sistema glinfático de camundongos expostos a baixos níveis de consumo de álcool foi mais eficiente na remoção de células ruins.

Mas fique de olho na quantidade! Para obter o benefício, o consumo deve ser de apenas duas taças de vinho por dia, ok?

Veja muitas outras notícias e curiosidades aqui!

Vida amorosa pode afetar gosto por vinhos

Pesquisadores da Universidade de Wrocław, na Polônia, e de TU Dresden, na Alemanha, testaram as preferências de sabores e aromas de 100 casais cujos relacionamentos variavam entre três meses e 45 anos. Eles descobriram que quanto mais longo era o relacionamento, mais semelhantes eram suas preferências de gosto e de cheiro.

Relacionamento x preferências

Cada participante foi convidado a provar 38 amostras de aromas, que incluíam fragrâncias como eucalipto, butanol, toranja, carne defumada e caramelo. Os pesquisadores também dissolveram amostras de cada um dos cinco gostos básicos – doce, azedo, salgado, amargo e umami – e pulverizou as soluções na língua de cada um. Os participantes avaliaram cada amostra com notas de 1 (gosto muito) a 5 (não gosto nada).

Segundo os cientistas, é a primeira vez que um estudo explora as mudanças na percepção quimiosensorial relacionadas à duração do relacionamento. Essas preferências impactam diretamente na preferência por certos tipos de bebida, como o vinho.

A pesquisa foi publicada no jornal de ciência comportamental Appetite.

Veja muitas outras notícias e curiosidades aqui!