Arquivo da tag: drinks

O que é Angostura? Saiba tudo sobre Angostura, item indispensável em coquetéis

Você talvez não saiba exatamente sua utilidade, mas provavelmente já ouviu falar de Angostura. O produto foi criado na Venezuela, em 1824, pelo médico alemão Johann Gottlieb Benjamim Siegert, como um medicamento para acalmar o estômago. Porém, graças ao seu sabor e aroma deliciosos, foi reconhecido como um excelente ingrediente para o preparo de coquetéis e receitas da gastronomia regional.

Apesar da origem venezuelana (e de seu nome ter sido escolhido em homenagem a uma vila do país), a Angostura estabeleceu-se em Port-of-Spain, na ilha de Trinidad y Tobago, onde é produzida até hoje. Os ingredientes principais são recolhidos em uma instalação na Inglaterra, onde são embalados separadamente e enviados à ilha.

Quase dois séculos depois, sua receita é mantida sob segredo pelos donos da marca, mas acredita-se que possua cerca de 30 elementos, entre ervas, especiarias, frutas, raízes, sementes e cascas. No rótulo é possível conhecer apenas alguns, como água, álcool, genciana, açúcar, corante e especiarias vegetais. Apenas cinco pessoas no planeta conhecem a fórmula e todos fizeram um pacto para nunca voar em um avião juntos – comprometidos, não?

O produto é mundialmente conhecido pela sua embalagem incomum, que possui um rótulo maior que a garrafa. Reza a lenda que tudo não passou de uma falha de comunicação: os irmãos Siegert se dividiram para comprar as garrafas e criar os rótulos, mas aparentemente não conseguiram sincronizar os detalhes. Esse pequeno contratempo tornou a embalagem um símbolo da empresa.

Categorizada como um bitter, é item indispensável em qualquer bar e utilizada em mais de vinte coquetéis, entre eles Bloody Mary, Brut Cocktail, Fallen Angel, Gin Pahit, Lemon, Lime and Bitters, Long vodka, Manhattan, Moscow Mule, Old Fashioned, Pink Gin, Pisco Sour e Prince of Wales. São necessárias apenas algumas gotas do produto para gerar notas cheias de nuances às bebidas.

O que é bitter?

Bitters são bebidas alcoólicas aromatizadas sem adição de açúcar ou adoçante, com essências de ervas e dotadas de um sabor amargo ou agridoce. Geralmente têm um teor alcoólico de 45% e são usadas como digestivos e aromatizantes em coquetéis.

Você encontra Angostura e outros bitters no Empório Mercantil, clique.

Gim: 8 receitas de drinques para fazer em casa

Pouca gente sabe, mas o gim foi criado no século XVII pelo médico e professor holandês Francisco de la Boie como um remédio para amenizar problemas renais. Durante a Guerra dos 30 anos, a bebida se popularizou entre os soldados ingleses como uma forma de espantar o frio e, de lá pra cá, seu consumo só tem aumentado ao redor do mundo. Selecionamos oito receitas deliciosas para mostrar a versatilidade desse destilado à base de cereais, olha só:

Gin & Tonic

Ingredientes

  • 50 ml de gim
  • 2 rodelas de limão siciliano ou tahiti
  • Água tônica na quantidade necessária para completar a taça
  • 1 ramo de alecrim para decorar
  • Gelo a gosto

Modo de preparo

Coloque o gelo no copo e acrescente todos os ingredientes. Decore com alecrim e sirva.

Gimlet

Ingredientes

  • 60 ml de gim
  • 25 ml de suco de limão espremido na hora
  • 5 ml de xarope de açúcar
  • Gelo
  • Uma taça de Martini

Modo de preparo

Coloque gelo numa coqueteleira e adicione os ingredientes. Bata e sirva coado e sem gelo na taça previamente gelada.

Negroni

Ingredientes

  • 50 ml de gim
  • 50 ml de bitter
  • 50 ml de vermute rosé doce

Modo de preparo

Coloque o gelo no copo, acrescente uma parte de cada um dos três ingredientes e mexa um pouco com uma colher.  Sirva em copo old fashioned com duas ou três pedras de gelo.

Safron Martini

Ingredientes

  • 40 ml de gim aromatizado com açafrão
  • 30 ml de vermute branco
  • 20 ml de suco de limão siciliano

Modo de preparo

Em um recipiente, misture o gim, o vermute e o suco de limão. Passe um pedacinho da casca do limão na parte de dentro da borda do copo para que fique mais cítrico. Passe a mistura para o copo e decore com a casca do limão.

Rose Cucumber

Ingredientes

  • 75 ml de gim
  • 200 ml de água tônica
  • Gotas de bitter
  • 2 fatias de casca de pepino
  • 2 pétalas de rosa
  • Gelo

Modo de preparo

Em um recipiente, misture o gim, a água tônica e o bitter. Em um copo, coloque o gelo, as fatias de pepino e as pétalas de rosa. Preencha com a mistura de gim.

French 75

Ingredientes

  • 60 ml de gim
  • 20 ml de suco de limão siciliano
  • 1 dash de xarope simples
  • 1 cereja em calda
  • 1 colher (chá) de calda de cereja
  • Espumante
  • Xarope simples feito com 1 xícara de açúcar e 1 xícara de água

Modo de preparo

Para o xarope, em uma panela ferva a água e o açúcar até obter uma calda leve. Reserve. Em uma coqueteleira, bata o gim, o suco de limão e o xarope simples. Coloque a mistura em uma taça flute. Complete com espumante. Adicione a calda e a cereja.

Bee’s Knees

Ingredientes

  • 60 ml de gim
  • 20 ml de mel
  • Suco de 1/2 limão siciliano
  • 1/2 rodela de limão siciliano
  • Gelo

Modo de preparo

Em um copo de uísque, misture o mel e o suco de limão como uma colher, formando uma espécie de xarope. Complete com o copo com gelo. Adicione o gim e decore com a 1/2 rodela de limão.

White Scarface

Ingredientes

  • 60 ml de gim
  • 40 ml de ginger ale
  • 40 ml de soda
  • Suco de 1/2 limão siciliano
  • Casca de limão e açúcar de baunilha para decorar
  • Gelo

Modo de preparo

Em uma coqueteleira, bata o gim e o suco de limão. Em um copo, use a parte suculenta da casca do limão para passar na borda do copo. Depois, encoste a borda no açúcar de baunilha, criando uma crosta fininha em volta. Preencha com gelo e adicione a mistura da coqueteleira.  Coloque o ginger ale e a soda. Decore com a casca de limão.

Ficou com vontade? Você pode encontrar uma variedade de Gin em nossa loja virtual e receber na comodidade de sua residência.

Com informações do Guia da Semana e do site Destemperados.

5 curiosidades sobre whisky que você nunca imaginou

Você sabia que a palavra whisky é a abreviação da expressão gaélica “uisce beatha”, que significa “água da vida”? Essa é apenas uma das curiosidades que o vasto universo dessa bebida reserva. Reunimos algumas a seguir, confira!

1. Whisky ou whiskey?

Depende do lugar em que foi produzido. Geralmente, acrescenta-se o “EY” em bebidas feitas nos Estados Unidos ou na Irlanda. O objetivo é diferenciá-las daquelas produzidas em outros lugares e que possuem processos diferentes de fabricação, como as escocesas.

2. Todo shot é cowboy, mas nem todo cowboy é shot

O mito do whisky cowboy vem da época dos caubóis americanos, em que não existia gelo e, por isso, era necessário consumir a bebida pura. Por isso, tanto faz se for servido em um copo de shot ou no de “on the rocks”, o importante é que se mantenha a forma de degustar.

3. Com gelo, por que não?

Quem diz que apenas o whisky cowboy vale a pena ser consumido deveria rever seus conceitos. Por ficar muito tempo parado na garrafa, o destilado precisa de oxigênio (presente na água) para liberar os aromas que estavam “adormecidos”. Sendo assim, não é preciso ter receio em adicionar algumas pedras de gelo ou um pouco de água (proporção aproximada de 1/4) para experienciar ao máximo as notas frutadas, abaunilhadas, achocolatadas, florais, spicy e tantas outras que a bebida pode proporcionar.

4. Whisky não envelhece na garrafa

Má notícia para quem encontrou aquela preciosidade no porão de casa ou herdou uma garrafa do avô. O envelhecimento da bebida só acontece quando o líquido entra em contato com a madeira, ao contrário do que ocorre com vinho e certos tipos de cerveja. Ou seja, aquele whisky engarrafado nos anos 20 parou de envelhecer… nos anos 20! E, uma notícia pior ainda: dependendo de quanto tempo ele estiver parado, pode ser que até esteja com um sabor desagradável.

5. Whisky não é só coisa de americano, escocês, irlandês e canadense

Pelo contrário! Alguns historiadores defendem que a bebida, na verdade, é de origem moura ou arábica. Os primeiros registros modernos datam de 1494, em uma carta que descreve a aquisição de matéria-prima para a produção de mais de 1.500 garrafas da bebida. Que tal expandir seu paladar para outras nacionalidades?
Países como Japão e China já receberam o título de melhor whisky do mundo e outros, como Espanha, Paquistão e Índia, também são elogiados por sua fabricação – foi neste último país, aliás, que surgiu o Amrut Whisky, considerado uma obra de arte etílica.

Quer saber mais curiosidades e novidades? Navegue em nosso blog ou visite nossa página no Facebook! 🙂

É tempo de folia! 4 drinks pra curtir MUITO nesse Carnaval

Parte da cultura brasileira, o Carnaval é a festa – ou a folga – preferida de muitos!

Seja pra cair na folia, ou apenas se reunir com os amigos e curtir as mini-férias, o Carnaval é a desculpa perfeita pra aproveitar o tempo livre e conhecer novos drinks.

Separamos 4 drinks práticos, deliciosos e refrescantes. E lembre-se: em dias quentes, mantenha-se hidratado!

Prepara a fantasia, os confetes e o gelo:

1. Amarula Folia

Amarula é aquele licor que TODO MUNDO acha delicioso. Por que não, incrementar e deixar essa bebida ainda mais interessante?

Ingredientes: 

  • 400ml de Amarula
  • 600ml de suco de maracujá (aposte em um  suco beeem cremoso!)
  • Gelo à vontade

Modo de Preparo: 

Misture tudo em uma coqueteleira ou jarra – de preferência de metal – e sirva em copos longos. Simples assim!

2. Kriptonita 

Você não é o Super Man, então relaxa e aproveita esse drink super refrescante que leva vodka na receita! As medidas são quase “livres”. Observe.

Ingredientes: 

Modo de Preparo: 

Coloque gelo até completar 60% do recipiente – copo ou jarra. Adicione a vodka até cobrir o gelo e complete lentamente com o licor de menta. Não misture e não mexa.

Conselho: Recomenda-se não tomar mais de 3 doses, pois nem o Super Man aguenta. Será mesmo?

bailinho

3. Marchinha do Rum

Se você gosta de rum de côco, esse drink SUPER SIMPLES de preparar é fantástico! Lembra uma Ice diferente, doce e com qualidade inigualável. Por ser um drink suave, engana MUITO e  não parece ter álcool.

Ingredientes: 

Modo de Preparo: 

Como esse drink não leva gelo, esteja com o rum e o refrigerante previamente gelados. E aí, é simples: Malibu em 1/3 do recipiente e o refrigerante para completar.

4. Brasileiro Nato 

Quando se fala em drink brasileiro, se pensa em: caipirinha! E por que não usar a base dela – a cachaça – e preparar um drink diferente e refrescante pra essa Carnaval? A dica aqui é: servir dentro de um abacaxi. Fica de-li-ci-o-so!

Ingredientes:

  • 1 dose de cachaça
  • 1 dose de suco de abacaxi
  • 1 dose de água de côco
  • Açúcar
  • Gelo

Quer aumentar a receita? Fácil: use as mesmas medidas para cada líquido e adoce à gosto!

Modo de Preparo: 

Bata tudo numa coqueteleira – ou, pra ficar ainda mais prático, na função pulsar do liquidificador. Não exagere no gelo!

drink

DRINKS BÔNUS: APEROL SPRITZ

Aproveite o Carnaval – mas sempre com consciência! \õ/

Pra esse verão: mimosas!

A Mimosa é um clássico cocktail da década de 20, um período revolucionário para o cenário político, econômico, e principalmente cultural. Foram anos de Guerra, de balanços econômicos, e reviravoltas globais, mas principalmente foram anos em que pequenas reuniões sociais e os famosos “brunchs” tiveram sua alta.

E foram nesse brunchs que a mimosa ganhou sua vez e virou um clássico!

Que tal experimentar nesse fim de semana, ein? É o drink perfeito pr’aquele dia que a gente acorda sem pressa, chama uns amigos e se reúne pra fazer um almoço “fora de hora”.

Por ser um drink de fácil composição mas com ingredientes caros, inicialmente era consumido principalmente pelas classes mais nobres e pela burguesia, a qual ostentava o drink em pequenos encontros sociais ou eventos da época.

mimosapost

 

Para fazer uma verdadeira Mimosa, basta um pouco de dedicação e um preparo atencioso.

Vamos lá!

Faça uma jarra de suco de laranja bem coado – clássico do nosso café da manhã. “Pode ser usado suco de laranja pronto?” Pode sim, mas o sabor, claro, não é o mesmo.

Apesar da receita original ser com champagne, você pode substituir com espumante brut bem gelado, ou até um vinho branco que você goste muito – por que não?

Sirva em taças de champagne – importante que elas estejam geladinhas – metade do suco, metade do espumante (complete suavemente, pra que a bebida não perca a borbulha! – e voilà!

Um drink delicioso e MUITO refrescante! Perfeito pro nosso verão brasileiro, né?

Experimenta e depois conta o que achou!

Vamos falar sobre tequila!

A famosa bebida mexicana é o combustível de muitas festas e comemorações. Quem não conhece o famoso  trio: tequila, sal e limão?

Pelas leis mexicanas a tequila pode ser produzida apenas no estado de Jalisco e em regiões limitadas de Guanajuato, Michoacán, Nayarit, e Tamaulipas.

Sobre o “ritual”, lambe o sal, vira o shot e chupa o limão: ninguém sabe de onde surgiu, mas diz-se que foi numa época de epidemia de gripe, onde os médicos receitaram shots de tequila e limão como tratamento. Se você fizer uma pesquisa rápida, descobrirá que no México, a bebida não é “virada” e sim apreciada em pequenos goles.

tequila

Se você acha a bebida um pouco “forte demais”, experimente o drink mais famoso envolvendo a bebida: a margarita!  Misture tequila, Cointreau®, suco de limão e cubos de gelo. Na borda do copo: sal.

margarita

Experimente!

A verdade é que, quem bebeu tequila pelo menos uma vez na vida tem alguma história pra contar. Qual a sua? Conta pra gente!