Arquivo da tag: champanhe

Borbulhas de Amor

Quando a gente pensa em espumante, pensa em Festas de Fim de Ano, Comemorações e Brunchs, fala a verdade? Cada vez mais consumimos espumantes para começar uma refeição especial ou para refrescar uma tarde de verão. Esse tipo de vinho tem uma boa acidez e uma capacidade de limpar o paladar, principalmente quando a comida é gordurosa.

Para produzir qualquer espumante, é necessário elaborar um vinho base tranquilo (sem gás carbônico). Esse líquido é então submetido a uma segunda fermentação, que pode acontecer na própria garrafa ou em tanque de aço inox.

Conheça um pouco mais sobre cada tipo e escolha o seu preferido:

Champagne

Os champagnes são produzidos obrigatoriamente na região homônima na França, com as uvas: Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier. O método de elaboração é o Tradicional ou Champenoise, em que a segunda fermentação acontece dentro da garrafa.

Harmonização:
Combina com pratos com manteiga, creme de leite e lácteos em geral, além de peixes defumados e sabores trufados.

Fettuccine ao Molho Branco com Azeite Trufado/ Imagem Half Baked Harvest


Prosecco

Exemplares do Nordeste da Itália, que devem ter 85% no mínimo de uva Glera (antigamente conhecida como Prosecco). Eles são elaborados através do Método Charmat, no qual a segunda fermentação é feita em tanques de aço inox.

Harmonização:
Frutado e refescante, pede pratos vivazes e leves como ceviches. Combina com frios como salame.

Ceviche de Polvo/ Imagem Web

Cava

Os Cavas são produzidos na Espanha também pelo Método Tradicional ou Champenoise. Apesar de sua elaboração não estar restrita a uma única região, as uvas utilizadas devem ser originárias de vinhedos autorizados, tais como as brancas Macabeo, Xarel.lo, Parellada, Malvasía, Chardonnay, e tintas Garnacha, Monastrell, Pinot Noir e Trepat.

Harmonização:
Os mais leves vão bem com queijos frescos e saladas crocantes.

Torradas com Queijo de Cabra e Ervas / Imagem Web

Outros espumantes e outras Regiões

Além das origens mais conhecidas, existem espumantes feitos em regiões menos tradicionais que valem ser provadas. É o caso dos portugueses, de grande potencial aromático, e dos argentinos, que podem ser frutrados e cheios de sabor. Já a Austrália cada vez mais aproveita o clima frio de algumas regiões em altitude para plantar vinhedos para a produção de espumantes de alta qualidade, geralmente produzidos com método tradicional.

 

E aí? Qual o seu preferido conta pra gente!

 

Confira outras opções de Espumantes em nossa Loja Virtual

 

 

Champagne ou espumante?

Você não precisa esperar alguma comemoração ou data especial para beber nenhuma das opções… afinal, nós já falamos aqui: vinho não é frescura e você pode – e deve! – consumir quando sentir vontade!

Nem precisa arrumar uma desculpa, viu? Essas fantásticas bebidas borbulhantes, são simplesmente deliciosas, refrescantes e deixam qualquer ocasião mais animada.

Todo champagne é um espumante, mas nem todo espumante é um champagne.

Chamamos de espumante os vinhos com gás carbônico, adquirido durante o processo de fermentação. Nele, a levedura transforma o açúcar em álcool e gás carbônico – esse último dá origem às borbulhas, chamadas de perlage.

O champagne também é um espumante, porém é específico da região de Champagne, na França, e deve ser elaborado seguindo algumas regras como composição de uvas e método.

Isso significa que fora de Champagne existem apenas espumantes, elaborados com o mesmo método ou não, produzidos em diversos países e através de diferentes processos, como o Champenoise (ou Tradicional), Charmat e Asti.

O Champagne Real

Em 1927, Champagne ganhou o título de AOC – Appellation d’Origine Contrôlée (Denominação de Origem Controlada).

champagne_marie
Cena do filme Maria Antonieta de Sophia Coppola (regado à muito champagne!)

Isto significa que, apenas os vinhos feitos de uvas – Pinot Noir, Pinot Meunier e Chardonnay – cultivadas dentro desta região delimitada e respeitando rigorosos métodos de produção, podem usar o nome champagne.

Mais alguém ficou com sede? Tin-tin!