Arquivo da tag: bar

O que é Angostura? Saiba tudo sobre Angostura, item indispensável em coquetéis

Você talvez não saiba exatamente sua utilidade, mas provavelmente já ouviu falar de Angostura. O produto foi criado na Venezuela, em 1824, pelo médico alemão Johann Gottlieb Benjamim Siegert, como um medicamento para acalmar o estômago. Porém, graças ao seu sabor e aroma deliciosos, foi reconhecido como um excelente ingrediente para o preparo de coquetéis e receitas da gastronomia regional.

Apesar da origem venezuelana (e de seu nome ter sido escolhido em homenagem a uma vila do país), a Angostura estabeleceu-se em Port-of-Spain, na ilha de Trinidad y Tobago, onde é produzida até hoje. Os ingredientes principais são recolhidos em uma instalação na Inglaterra, onde são embalados separadamente e enviados à ilha.

Quase dois séculos depois, sua receita é mantida sob segredo pelos donos da marca, mas acredita-se que possua cerca de 30 elementos, entre ervas, especiarias, frutas, raízes, sementes e cascas. No rótulo é possível conhecer apenas alguns, como água, álcool, genciana, açúcar, corante e especiarias vegetais. Apenas cinco pessoas no planeta conhecem a fórmula e todos fizeram um pacto para nunca voar em um avião juntos – comprometidos, não?

O produto é mundialmente conhecido pela sua embalagem incomum, que possui um rótulo maior que a garrafa. Reza a lenda que tudo não passou de uma falha de comunicação: os irmãos Siegert se dividiram para comprar as garrafas e criar os rótulos, mas aparentemente não conseguiram sincronizar os detalhes. Esse pequeno contratempo tornou a embalagem um símbolo da empresa.

Categorizada como um bitter, é item indispensável em qualquer bar e utilizada em mais de vinte coquetéis, entre eles Bloody Mary, Brut Cocktail, Fallen Angel, Gin Pahit, Lemon, Lime and Bitters, Long vodka, Manhattan, Moscow Mule, Old Fashioned, Pink Gin, Pisco Sour e Prince of Wales. São necessárias apenas algumas gotas do produto para gerar notas cheias de nuances às bebidas.

O que é bitter?

Bitters são bebidas alcoólicas aromatizadas sem adição de açúcar ou adoçante, com essências de ervas e dotadas de um sabor amargo ou agridoce. Geralmente têm um teor alcoólico de 45% e são usadas como digestivos e aromatizantes em coquetéis.

Você encontra Angostura e outros bitters no Empório Mercantil, clique.

Aprenda a preparar o famoso Moscow Mule

Mesmo que você nunca tenha ouvido falar em Moscow Mule, provavelmente já viu uma foto desse drinque nas suas redes sociais. Servida em uma caneca de cobre e, por isso, apelidado de “drinque da canequinha”, a bebida foi criada entre as décadas de 40 e 50, nos Estados Unidos, e faz parte do cardápio dos bares e restaurantes mais descolados do mundo.

O Moscow Mule surgiu quando dois amigos, um que vendia vodca e outro que vendia cerveja de gengibre, uniram esforços para promover seus produtos. Seu nome é uma referência ao efeito que a vodca, destilado de origem russa, costuma causar em seus consumidores. Já a famosa caneca de cobre usada para tomar o drinque é uma referência ao tipo de copo que os viajantes levavam em suas longas viagens no lombo das mulas.

A receita original leva vodca, ginger beer e limão, mas, como no Brasil é difícil encontrarmos cerveja de gengibre, foi criada uma versão tupiniquim. Anote!

Moscow Mule

Ingredientes

  • 100 ml de vodca
  • 50 ml de suco de limão
  • Uma fatia de 1 cm de gengibre macerada em 1 lata de cerveja pilsen
  • 1 limão cortado e raspas de limão para decoração
  • Gelo

Modo de preparo

Encha uma caneca com gelo. Adicione a vodca e o suco de limão. Complete com a cerveja. Misture delicadamente e decore com a espuma de gengibre* e o limão.

*para preparar a espuma de gengibre, basta misturar em um sifão para chantilly 100 ml de suco de limão, 100 ml de xarope de açúcar, 100 ml de suco de gengibre fresco e 100 ml de clara de ovo.

Tudo sobre Bloody Mary: história, receita e dicas de preparo!

Salgado e apimentado, o Bloody Mary divide opiniões, mas possui uma legião de admiradores fiéis mundo afora. O drinque foi criado por Fernand Petiot, que comandava o bar Harry’s New York, na França, na década de 20. Ele teria misturado vodca com suco de tomate, molho inglês e pimenta a pedido dos clientes americanos, que, em época de Lei Seca, procuravam uma bebida de aparência e teor alcoólico mascarados para confundir as autoridades. O nome veio depois, em 1934, no bar do Hotel St. Regis Sheraton, nos Estados Unidos.

Aprenda a preparar um dos drinques mais famosos do mundo:

Bloody Mary

Ingredientes

  • 10 ml de molho inglês
  • 15 ml de suco de limão
  • 6 gotas de molho de pimenta tipo tabasco
  • 50 ml de vodca (1 dose)
  • 100 ml de suco de tomate
  • Sal de aipo a gosto
  • Uma pitada de pimenta-do-reino
  • Um ramo de salsão ou um pedaço de cenoura para decorar

Modo de preparo

Em um copo longo e com gelo, coloque os temperos e a vodca. Mexa bem com uma colher de cabo longo para que os sabores se misturem. Em seguida, coloque o suco de tomate e continue mexendo. Adicione uma pitada de pimenta-do-reino e finalize com um ramo de salsão e um pedaço de cenoura.

Dicas para preparar o Bloody Mary perfeito:

  1. – Escolha sucos de tomate consistentes, jamais os ralos.
  2. – Nunca bata o suco de tomate na coqueteleira. Isso pode deixá-lo com consistência grossa e espuma. Prepare direto no copo.
  3. – O segredo está no equilíbrio da mistura: uma dose de vodca para duas de suco de tomate.
  4. – Passe limão na borda do copo e esfregue-a em um pires com sal de aipo (use sal de aipo para dar um toque especial ao drinque).