Vinhos do mundo: a modernidade do vinho australiano

Quando o assunto é vinho, a Austrália é pioneira em usar tecnologias em prol de um produto de boa qualidade. As pesquisas avançadas realizadas pelo país permitiram que, ainda na década de 1950, alguns produtores fermentassem vinhos brancos em tanques de aço inox, com temperatura controlada.

O território extenso permite que a Austrália apresente diversos climas e regiões vinícolas, desde as mais desérticas até aquelas onde o frio impera. Isso se traduz em rótulos únicos, de personalidades marcantes.

De modo geral, são bebidas saborosas, encorpadas e densas, com frutado presente e agradáveis de beber – não à toa logo conquistaram o mercado internacional. Entre os tintos, vale ficar de olho nos vinhos produzidos com a casta Shiraz (conhecida por Syrah na França), assim como as uvas Merlot e Pinot Noir. Entre os brancos, Chardonnays, Sémillons, Rieslings e Sauvignon Blanc são ótimas pedidas.

Antes de comprar, atente-se ao fato de que a Austrália tem rótulos produzidos em massa, alguns mais baratos e não tão agradáveis ao paladar. Pesquise a reputação do produtor e certamente você encontrará uma bela garrafa e com o valor que couber no seu bolso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *