Arquivo da categoria: Vinhos

Beber vinho aumenta a expectativa de vida em 10 anos!

Um estudo publicado pela revista Circulation encontrou evidências de que beber vinho com moderação pode adicionar mais de uma década à sua expectativa de vida!

Liderado pela Chan Escola de Saúde Pública de Harvard, a pesquisa elencou outros quatro hábitos que podem prolongar a vida: fazer uma dieta saudável, realizar exercícios regularmente, manter um peso saudável e não fumar.

Essa é a primeira análise de como a adoção desses fatores pode afetar a expectativa de vida nos Estados Unidos. Foram examinados 34 anos de dados de 78.865 mulheres e 27 anos de dados de 44.354 homens.

Descobriu-se que mulheres de 50 anos que não praticavam nenhum dos hábitos tinham uma expectativa de vida de 29 anos. Já os homens, de 25 anos. Entre aqueles que adotaram os fatores, a expectativa era de 43 anos para as mulheres e 37 para os homens.

Todos que mantiveram os hábitos tiveram 82% menos probabilidade de morrer de doenças cardiovasculares e 65%  de morrer de câncer. Uau!

Veja muitas outras notícias e curiosidades aqui!

Boa notícia: vinho previne mal de Alzheimer!

Cada dia uma notícia melhor relacionada ao consumo de vinho! Segundo um estudo publicado pela revista Scientific Reports, a ingestão moderada de vinho pode reduzir as chances de termos mal de Alzheimer.

Vinho x Alzheimer

Os cientistas estudaram os efeitos do álcool em cobaias vivas. O sistema glinfático de camundongos expostos a baixos níveis de consumo de álcool foi mais eficiente na remoção de células ruins.

Mas fique de olho na quantidade! Para obter o benefício, o consumo deve ser de apenas duas taças de vinho por dia, ok?

Veja muitas outras notícias e curiosidades aqui!

O inverno chegou! Saiba quais os vinhos perfeitos para a estação

O inverno chegou e, com ele, aquela vontade incontrolável de tomar uma boa taça de vinho. Dias frias pedem vinhos mais encorpados, na maioria das vezes tintos, que apresentem uma sensação de calor na boca. Para atingir essa sensação uma variação sutil no teor alcoólico é uma boa opção.

Quer saber quais os vinhos perfeitos para essa época do ano? Então, fique de olho na tabela!

Tabela de vinhos para o inverno

No inverno, vinhos tintos devem ser servidos entre 16 e 18 graus, o que dispensa refrigeração. Já o vinho branco deve ser servido entre 9 e 11 graus independentemente da estação do ano.

Dicas de harmonização para o inverno

Carnes vermelhas grelhadas ou com molho leve ficam ótimas acompanhadas de espumantes brut e tintos jovens leves ou de médio corpo. Se o molho for mais forte, aposte em tintos maduros de médio corpo a robusto. Para carnes brancas grelhadas ou com molho leve, espumantes brut, brancos secos de boa estrutura, jovens ou maduros, e tintos jovens ou de médio corpo. Se o molho for mais forte, prefira tintos maduros de médio corpo a robusto.

As massas de molho leve ou branco, por sua vez, combinam com espumantes brut, brancos jovens ou maduros e tintos jovens leves ou de médio corpo. Se o molho for condimentado ou vermelho, espumantes brut de boa estrutura e tintos maduros de médio corpo a robusto.

Outras sugestões:
  • Bruschettas vão bem com vinhos brancos e italianos leves.
  • Estrogonofes de frango ou de carne ficam deliciosos com vinhos rosé.
  • Fondues caem bem com tintos médios, como Carménère ou Cabernet do Chile, Merlot do Brasil e Côte Du Rhône.
  • Pizza de margherita combina com vinhos Shiraz (ou Syrah), italianos leves, Cabernet ou Pinotage sul africanos.

Lembre-se, o importante na hora de harmonizar é combinar um vinho e um prato que, quando servidos juntos, colaborem para ressaltar ainda mais as características um do outro, criando um conjunto sensorial prazeroso.

Ficou com vontade? Você pode encontrar uma variedade de vinhos em nossa loja virtual e receber na comodidade da sua casa!

Veja muitas outras notícias e curiosidades aqui!

Ama vinhos? Então você precisa se hospedar nesse castelo na Itália

É amante de vinhos e está sem destino para as próximas férias? Conheça o Castello di Semivicoli, localizado em Chieti, província italiana da região de Abruzos. O castelo é propriedade da família Masciarelli, produtora de vinhos conhecida na região.

Saiba mais sobre o castelo

Construído entre os séculos 17 e 18, o Castello di Semivicoli recebe, desde 2009, turistas entusiastas de vinhos em seus 11 quartos. O responsável pela arquitetura local é Lelio Orio di Zio, famoso por reformar construções históricas.

Em épocas de colheita, os hóspedes são convidados a participar, ajudando a escolher as uvas e aprendendo tudo sobre as plantações e os processos de produção da bebida.

A melhor forma de chegar ao castelo é de carro. A viagem de Roma a Chieti dura cerca de três horas.

Veja muitas outras notícias e curiosidades aqui!

Vida amorosa pode afetar gosto por vinhos

Pesquisadores da Universidade de Wrocław, na Polônia, e de TU Dresden, na Alemanha, testaram as preferências de sabores e aromas de 100 casais cujos relacionamentos variavam entre três meses e 45 anos. Eles descobriram que quanto mais longo era o relacionamento, mais semelhantes eram suas preferências de gosto e de cheiro.

Relacionamento x preferências

Cada participante foi convidado a provar 38 amostras de aromas, que incluíam fragrâncias como eucalipto, butanol, toranja, carne defumada e caramelo. Os pesquisadores também dissolveram amostras de cada um dos cinco gostos básicos – doce, azedo, salgado, amargo e umami – e pulverizou as soluções na língua de cada um. Os participantes avaliaram cada amostra com notas de 1 (gosto muito) a 5 (não gosto nada).

Segundo os cientistas, é a primeira vez que um estudo explora as mudanças na percepção quimiosensorial relacionadas à duração do relacionamento. Essas preferências impactam diretamente na preferência por certos tipos de bebida, como o vinho.

A pesquisa foi publicada no jornal de ciência comportamental Appetite.

Veja muitas outras notícias e curiosidades aqui!

Vinho pode melhorar fluência em línguas estrangeiras

Um estudo publicado pelo Journal of Pharmacology afirma que beber uma pequena quantidade de álcool pode melhorar a fluência em línguas estrangeiras.

A pesquisa, realizada por um grupo de cientistas do Reino Unido, Alemanha e Holanda, recrutou 50 falantes nativos de alemão da Universidade de Maastricht. Cada participante aprendeu a ler, escrever e falar em holandês, e passou por um exame para demonstrar seu aprendizado.

Eles foram convidados a realizar uma conversa gravada de dois minutos em holandês com um entrevistador. Antes do bate-papo, metade recebeu um pouco de água para beber, enquanto os outros receberam vinho. Após a conversa, os participantes classificaram suas próprias performances com base no vocabulário, pronúncia, escolha de palavras, compreensão, fluência e qualidade geral.

Após a conclusão dos testes, as conversas foram avaliadas por falantes nativos e aqueles que consumiram álcool foram significativamente melhores do que o grupo de controle, especialmente quando se tratava de pronúncia.

Os autores do estudo especulam que as propriedades de redução da tensão do álcool podem ajudar a aliviar a ansiedade da fala, associada a sentimentos de desconforto e apreensão ao aprender ou usar outra língua. Curioso, não?

Veja muitas outras notícias e curiosidades aqui!

Cientistas usam vinho para tratar doenças do coração

Cientistas da Universidade da Louisiana descobriram que é possível aproveitar o poder dos antioxidantes encontrados no vinho tinto para tratar pacientes com doenças cardíacas.

Durante o tratamento, muitas vezes um pequeno stent (tubo) é inserido no coração para garantir que o vaso sanguíneo permaneça aberto e permita o fluxo de sangue. O problema é que os stents comerciais podem liberar agentes tóxicos e atrapalhar o processo de cura.

A nova invenção dos cientistas é um stent que libera os antioxidantes do vinho lentamente na corrente sanguínea. “A liberação desses antioxidantes (resveratrol e quercetina) pode evitar que haja um acúmulo de excesso de tecido e que o vaso sanguíneo se estreite novamente. Isso inibe a coagulação e uma possível inflamação”, explica o professor Tammy Dugas.

Interessante, não?

Veja muitas outras notícias e curiosidades aqui!

Linha de vinhos tem renda revertida a abrigo para animais abandonados

Os amantes dos animais vão adorar essa notícia: uma vinícola da cidade de King Ferry, localizada no norte do estado de Nova York, reverte parte da renda de uma linha de vinhos a um abrigo para animais abandonados.

A vinícola em questão é a Treleaven Wines, a linha é a Sophistocrats e a instituição é a Tompkins County Society for the Prevention of Cruelty to Animals, ligada à Society for the Prevention of Cruelty to Animals (SPCA), ONG que congrega várias entidades em prol do bem-estar animal em todo o mundo.

Na Treleaven, uma vinícola familiar de 100 mil metros quadrados, são cultivadas as uvas Chardonnay, Riesling, Pinot Noir, Gewürztraminer, Cabernet Franc e Vidal.

A Sophistocrats é composta por três vinhos de mesa, que receberam os nomes de Bruno, Charlie e Jinx. Os rótulos trazem ilustrações coloridas e divertidas de cães e gatos e as rolhas são desenhadas com figuras de pets.

O vice-presidente da vinícola, Lev Saltonstall, afirma que a ideia é que apaixonados por vinhos também abracem a causa animal e a tornem parte de suas vidas.

A iniciativa é um sucesso e fica de inspiração para outras marcas!

Linha inspirada em pets

 

Quer luxo? Na Nova Zelândia, empresa entrega champagne de helicóptero!

Olha só que coisa fina: a casa de Champagne Bollinger anunciou que agora faz entregas de helicóptero na Nova Zelândia.

A novidade foi idealizada em parceria com a empresa de transporte aéreo Heletranz. Eles a descrevem como o “primeiro serviço de entrega de champagne do mundo”.

De acordo com a empresa, o público-alvo seriam casas de luxo isoladas, localizadas em territórios remotos.

“A Nova Zelândia tem um número impressionante de pessoas com grande fortuna escondidas em pontos paradisíacos. Muitos desses locais de luxo são isolados para garantir mais privacidade e acessados somente por helicópteros, portanto esse serviço faz todo sentido”, afirma a proprietária da Heletranz, Sofia Ambler.

Chiquérrimo, não?

Veja muitas outras notícias e curiosidades sobre champagne aqui!

Acredite se quiser: som das borbulhas revela qualidade do espumante

Você sabia que o som das borbulhas do espumante pode revelar a qualidade da bebida? É o que garante um estudo realizado pela Universidade do Texas e publicado no Science Daily.  Segundo os pesquisadores, o número e o tamanho das bolhas são indicadores de qualidade: enquanto as pequenas e abundantes são um bom sinal, as grandes e menos frequentes mostram que o espumante não é tão bom quanto se imaginava.

A equipe mediu a acústica das bebidas usando um hidrófono, instrumento usado para gravar sons debaixo d’água. “As bolhas são muito ressonantes. Elas soam como sinos e a frequência desse som depende, em parte, do tamanho das bolhas”, explica Kyle S. Spratt, um dos autores do estudo.

Eles também descobriram que a taça impacta nos resultados. “A taça também é um objeto ressonante, então nosso desafio foi garantir que as características do vidro não prejudicariam as medições”, revela Spratt.

A equipe está satisfeita com as descobertas.  Spratt acredita que podem ser úteis em testes de garantia de qualidade de espumantes e outras bebidas carbonatadas. Também há a possibilidade de que a medição do som possa sinalizar falhas ou problemas que não são detectáveis apenas pelo gosto.

Veja muitas outras notícias e curiosidades sobre espumante aqui!