10 receitas irresistíveis com vinho

Saborear uma bela taça de vinho é uma delícia – imagine então poder preparar uma receita de dar água na boca com a sua bebida favorita? Selecionamos as dez melhores receitas, de prato principal à sobremesa, para você testar e convidar os amigos para um jantar inesquecível!

Risoto de quatro queijos com vinho branco

Ingredientes:

  • ¼ de xícara (chá) de azeite extravirgem
  • ½ xícara (chá) de cebola ralada
  • 3 dentes de alho
  • 2 xícaras (chá) de arroz arbóreo
  • ½ xícara (chá) de vinho branco seco
  • 1 litro de caldo de carne quente
  • ½ xícara (chá) de queijo prato picado
  • ½ xícara (chá) de queijo gorgonzola picado
  • ½ xícara (chá) de mussarela picada
  • ½ xícara (chá) de queijo ralado
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo:

Aqueça o azeite e doure a cebola e o alho. Junte o arroz e refogue até começar a grudar na panela. Tempere com o sal, adicione o vinho e, sem parar de mexer, acrescente o caldo de carne em conchas. Mexa até praticamente todo o líquido ser absorvido e adicione mais caldo. O arroz deve ficar macio, porém firme, e com aspecto de empapado. Junte os queijos em pedaços e mexa até derreterem. Polvilhe com a pimenta e sirva.

Carpaccio de palmito com camarão e vinho do Porto

Ingredientes:

  • 1 limão
  • 1/3 de xícara de azeite extravirgem
  • 400 g de palmito pupunha fresco cortado em lâminas finas
  • 12 camarões maille (ou camarão-rosa grande) temperados a gosto
  • ¼ de xícara de vinho do Porto
  • 1 colher (chá) de cebolinha
  • 1 colher (chá) de dill
  • 1 colher (chá) de coentro
  • Sal e pimenta branca a gosto

Modo de Preparo:

Misture o limão, o azeite, sal e pimenta e tempere os carpaccios de palmito. Em uma frigideira bem quente e com um pouco de azeite, passe os camarões por quatro minutos ou até que estejam cozidos. Leve o vinho ao fogo baixo para se reduzir e deixe até que esteja com textura de xarope. Utilize-o para decorar o prato junto com as ervas frescas.

Bolo de rolo com recheio de goiaba e vinho do Porto

Ingredientes:

Massa:

  • 250 g de manteiga
  • 250 g de açúcar
  • 5 ovos
  • 250 g de farinha de trigo
  • Açúcar para polvilhar

Recheio:

  • 1 lata de goiabada
  • 125 ml de água
  • 50 ml de vinho do Porto

Modo de preparo:

Para a massa:

Bata a manteiga e o açúcar. Acrescente os ovos, um a um. Junte a farinha de trigo e bata até obter uma mistura homogênea. Unte duas formas retangulares com manteiga e farinha de trigo. Espalhe a massa, deixando-a bem fina, com mais ou menos dois dedos, e leve ao forno preaquecido a 200°C por três minutos, no máximo. Retire. Vire o bolo em um pano de prato polvilhado de açúcar. Espalhe a goiabada derretida e enrole ainda quente. Espere esfriar e corte em fatias.

Para o recheio:

Corte a goiabada em cubos, coloque na batedeira com a água e bata até a mistura ficar cremosa. Leve ao fogo e cozinhe até ferver, mexendo sempre. Acrescente o vinho do Porto e misture bem. Deixe esfriar e reserve.

 Zabaione de vinho do Porto

Ingredientes:

  • 4 gemas
  • ¼ de xícara (chá) de açúcar
  • 1 colher (café) de essência de baunilha
  • ½ xícara (chá) de vinho do Porto

Modo de preparo:

Bata as gemas e o açúcar na batedeira até obter um creme claro. Adicione a baunilha e o vinho do Porto e leve ao fogo, em banho-maria, para cozinhar (o bowl não precisa ficar mergulhado na água). Bata bastante com um fouet ou use batedeira de mão até a mistura dobrar de volume e ficar bem encorpada.

Frango ao vinho tinto com polenta

Ingredientes:

  • 8 sobrecoxas de frango
  • 1,5 litro de vinho tinto
  • 1 cebola picada
  • 1 cenoura picada
  • 2 dentes de alho amassados
  • 1 bouquet garni (amarrado de ervas)
  • 3 colheres (sopa) de óleo
  • 3 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:

Coloque o frango em uma tigela e junte o vinho, a cebola, a cenoura, o alho e o bouquê garni.

Cubra com um filme plástico e leve à geladeira até o dia seguinte. Escorra o frango, a cebola e a cenoura e seque-os com papel-toalha. Reserve o vinho e o bouquet garni. Em uma frigideira, doure os pedaços de frango no óleo aquecido e transfira-os para uma panela. Refogue a cenoura e a cebola na mesma frigideira do frango e, em seguida, junte-as à panela. Polvilhe com a farinha de trigo e misture bem. Acrescente o alho e o bouquê garni e tempere com o sal e a pimenta-do-reino. Adicione o vinho e leve ao fogo até ferver. Abaixe o fogo, tampe a panela e deixe cozinhar por mais ou menos uma hora. Separe os pedaços de frango. Passe o molho por uma peneira, pressionando bem, e regue o frango com o molho peneirado. Reserve aquecido.

Sopa de frutas vermelhas ao vinho tinto e cassis de dijon

Ingredientes:

  • 500 gramas de frutas vermelhas (morango, framboesa, amora e mirtilo)
  • 130 gramas de açúcar de confeiteiro
  • 1 pitada de canela em pó
  • 500 ml de vinho tinto
  • 150 ml de licor de cassis de dijon
  • 4 bolas de sorvete de baunilha
  • Folhas de hortelã para decorar

Modo de preparo:

No liquidificador, bata as frutas vermelhas, o açúcar e a canela. Adicione aos poucos o vinho tinto. Finalize com o licor. Para a montagem, divida em pratos fundos a sopa e coloque uma bola de sorvete de baunilha. Decore com baunilha em fava ou hortelã e algumas frutas vermelhas frescas. Sirva a sopa bem gelada.

Pera ao vinho tinto

 Ingredientes:

  • 4 peras portuguesas
  • ½ garrafa de vinho tinto
  • 1 ½ xícara (chá) de açúcar
  • 100 g de canela em pó

Modo de preparo:

Descasque as peras e cozinhe-as no vinho tinto com o açúcar e a canela por 20 minutos. Enfeite com um ramo de hortelã e, se preferir, sirva com sorvete de creme.

Gelatina de vinho com frutas

Ingredientes

  • 2 ½ colher (sopa) de gelatina incolor em pó
  • 2 ½ xícara (chá) de vinho branco
  • 1 ½ xícara (chá) de suco de laranja coado
  • 4 colheres (sopa) de adoçante
  • 2 xícaras (chá) de frutas (maçã, ameixa vermelha, morango e manga) cortadas em cubos
  • Folhas de hortelã para decorar

Modo de preparo

Hidrate a gelatina em uma xícara de vinho e dissolva-a em banho-maria. Em um recipiente, coloque o restante do vinho, o suco de laranja e o adoçante. Misture bem e acrescente a gelatina. Unte a forma com um pouco de óleo. Coloque a gelatina e as frutas cortadas em cubos. Leve à geladeira por seis horas ou até que a gelatina esteja firme. Desenforme com cuidado e decore com frutas frescas e folhas de hortelã.

Bisteca de porco com molho de vinho e batata

Ingredientes:

  • 6 bistecas suínas
  • 2 dentes de alho amassados
  • 1 xícara (chá) de vinho branco seco
  • 2 colheres (sopa) de óleo
  • 1 tablete de caldo de carne
  • 1 xícara (chá) de água
  • 2 colheres (sopa) de extrato de tomate
  • 500 gramas de batatas com casca
  • 2 colheres (sopa) de azeite extravirgem
  • 1 colher (sopa) de alecrim
  • Salsa ou salsinha a gosto
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:

Tempere as bistecas com o alho, sal, a pimenta e o vinho. Deixe tomar gosto por 30 minutos. Aqueça a panela de pressão com o óleo e doure as bistecas escorridas do tempero (reserve a marinada). Junte o tempero, o caldo de carne, a água e o extrato. Tampe a panela e leve ao fogo alto até ferver. Abaixe o fogo e cozinhe por mais 15 minutos. Em outra panela de pressão, ponha as batatas lavadas, o azeite, sal e o alecrim. Tampe e cozinhe em fogo alto até ferver. Abaixe a chama e cozinhe por mais três minutos, sacudindo a panela às vezes para as batatas dourarem por igual. Espere sair a pressão da panela das bistecas. Transfira para uma travessa, polvilhe salsa e sirva com a batata dourada.

Lagarto na pressão com vinho 

Ingredientes:

  • 1,5 kg de lagarto limpo
  • 2 xícaras (chá) de vinho tinto
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 pimenta-dedo-de-moça sem sementes picada
  • 2 tabletes de caldo de carne light
  • 2 folhas de louro
  • 12 cenouras mini
  • 6 chuchus mini
  • 6 abobrinhas mini
  • 6 batatas mini
  • 3 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 colher (sopa) de óleo
  • Sal a gosto
  • Salsa (ou salsinha) picada a gosto para polvilhar

Modo de preparo:

Coloque a carne em um saco plástico próprio para alimentos e junte todos os temperos. Feche bem o saco, ponha em uma assadeira e leve à geladeira por uma noite. Retire do saco e transfira para uma panela de pressão com o tempero. Deixe ferver em fogo alto. Abaixe a chama, tampe a panela e cozinhe por 30 minutos. Retire do fogo e aguarde a saída do vapor para abrir a panela. Retire a carne e fatie. Cozinhe os legumes no vapor. Aqueça a manteiga com o óleo, junte os legumes e tempere com sal. Refogue por três minutos. Polvilhe a salsa e sirva com a carne fatiada.

 

Fonte: GNT e Claudia Online

Vinhos do mundo: saiba quais países merecem espaço na sua adega

Basta um gole de vinho para fazer uma viagem sensorial por todo o planeta. Países do Velho e do Novo Mundo imprimem suas peculiaridades em seus rótulos, apresentando uma explosão de sabor aos enófilos. Talvez seu paladar seja mais amigo de algumas características e, por isso, você se apaixone mais por um país ou região. Ou, quem sabe, você aproveite cada uma em sua plenitude, sem distinções. Reunimos as principais particularidades dos maiores produtores de vinho do mundo e, toda semana, vamos falar sobre um deles. Primeira parada: Argentina! 

Argentina

Nossos vizinhos ganharam grande importância no cenário da vinicultura atual. Hoje, eles são o quinto maior produtor de vinhos do mundo. O país exporta 25% de toda sua produção anual para o Velho Mundo e dedica uma média de 210 mil hectares aos vinhedos plantados.

A Argentina se destaca pela produção do vinho Malbec – uva originária da região sudoeste da França, mas que se desenvolveu plenamente no país latino graças às condições climáticas, geográficas e geológicas favoráveis ao plantio. Esses fatores fazem com que o Malbec argentino tenha acidez moderada, evitando que amarre na boca.

As bebidas argentinas produzidas com uvas Cabernet Sauvignon também fazem sucesso no mundo todo. Já nos brancos, a predominância vem das uvas da casta Chardonnay. No geral, os vinhos argentinos são conhecidos pela ótima relação de qualidade e preço, além do sabor marcante e que agrada facilmente o paladar.

Confira a variedade de vinhos argentinos em nossa loja virtual!

12 receitas deliciosas de sobremesas com café

Dia 24 de maio é celebrado o Dia do Café. Pegando carona nas comemorações, selecionamos 12 receitas de sobremesas irresistíveis feitas com esse grão tão amado pelos brasileiros. Escolha sua preferida e bom apetite!

  1. Cupcake de café com chantilly

Ingredientes

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher (chá) de fermento químico
  • ½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1 pitada de sal
  • 3 colheres (sopa) de café solúvel
  • ½ xícara de água fervente
  • ¼ xícara de leite
  • 100 gramas de manteiga
  • ½ xícara de açúcar
  • ½ xícara de açúcar mascavo
  • 2 ovos

Modo de preparo

Em uma tigela, junte a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal. Em outra tigela, misture o café com a água fervente, deixe esfriar e acrescente o leite. Na batedeira, bata a manteiga com os dois tipos de açúcar até obter um creme leve. Adicione um ovo de cada vez, batendo sempre após cada adição. Junte a mistura de farinha aos poucos, alternando com a mistura de leite. Encaixe 17 forminhas de papel de 7 cm de diâmetro em um molde para muffins. Preencha-as com a massa até atingir metade da altura. Leve ao forno moderado (180 ºC), preaquecido, por 30 minutos ou até que, ao espetar um palito na massa, ele saia limpo. Retire dos moldes e deixe esfriar.

  1. Suflê de café com castanha-do-pará

Ingredientes

  • 3 claras de ovo
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • ½ xícara (chá) de água
  • 1 colher (sobremesa) de gelatina incolor em pó
  • ½ xícara (chá) de café bem forte
  • 250 gramas de creme de leite fresco
  • ½ xícara (chá) de castanha-do-pará picada
  • 3 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro

Modo de preparo

Bata as claras em neve e reserve. Em uma panela, misture o açúcar, a água e, sem mexer, leve ao fogo brando (160 ºC) até dar ponto de calda. Despeje a calda em fio sobre as claras e bata sem parar até formar o merengue. Hidrate a gelatina no café frio, dilua em banho-maria e incorpore delicadamente ao merengue. Na batedeira, bata o creme de leite até começar a engrossar um pouco e misture ao merengue com a gelatina. Distribua em tigelinhas e leve à geladeira até firmar. Na hora de servir, salpique a castanha-do-pará nas laterais e polvilhe o açúcar de confeiteiro.

  1. Quindim de café

Ingredientes

  • 4 ovos
  • 8 gemas de ovo
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 1 pacote de coco (100 g)
  • 1 colher (sopa) de margarina
  • 1 garrafa de leite de coco (200 ml)
  • 1 colher (sopa) de café solúvel

Modo de preparo

Aqueça o forno a 200 ºC. No liquidificador, bata bem os ovos e as gemas. Acrescente o açúcar, o coco ralado, a margarina, o leite de coco e o café. Bata até ficar uma mistura homogênea. Coloque em uma forma com furo central, untada com margarina e polvilhada com açúcar. Cubra a forma com papel-alumínio e asse em banho-maria por aproximadamente 45 minutos. Retire o papel-alumínio e deixe assar por mais 20 minutos.

  1. Pãozinho de café

Ingredientes

  • 3 tabletes de fermento biológico
  • 3 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 ½ xícara (chá) de café
  • 100 gramas de margarina
  • 3 ovos
  • 1 colher (chá) de sal
  • 5 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
  • 400 gramas de chocolate
  • 1 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro
  • 2 colheres (sopa) de leite

Modo de preparo

Em uma vasilha grande misture o fermento e o açúcar e reserve. Dissolva a margarina no café e misture o fermento reservado. Acrescente os ovos, o sal e misture a farinha aos poucos até obter uma massa homogênea. Faça bolinhas de massa e recheie com pedacinhos de chocolate. Coloque as bolinhas em assadeira untada e enfarinhada e deixe dobrar o volume. Leve-as ao forno preaquecido a 200 ºC por 25 a 30 minutos ou até que fiquem douradas. Misture bem o chocolate, o leite e o açúcar de confeiteiro e pincele os pãezinhos ainda quentes.

  1. Charlote de café com chocolate

Ingredientes

  • 3 xícaras (chá) de leite
  • 2 colheres (sopa) de amido de milho
  • 2/3 xícara (chá) de açúcar
  • 8 gemas de ovo
  • 300 gramas de chocolate meio amargo picado
  • 200 gramas de brioche esfarelado
  • 1 copo de café
  • 100 gramas de morango
  • Gotas de essência de baunilha a gosto
  • Folhas de hortelã para decorar

Modo de preparo

Aqueça o leite e junte o amido, o açúcar e as gemas. Mexa até engrossar. Retire do fogo e divida o creme em duas partes. Em uma delas, junte 200 g do chocolate picado. Mexa até formar um creme liso. À outra metade, misture a baunilha. No fundo de uma taça espalhe metade do creme de chocolate e reserve. Umedeça o brioche esfarelado com o café e ponha sobre o creme de chocolate. Cubra com o creme de baunilha e faça uma última camada com o restante do creme de chocolate. Decore com os morangos e com a hortelã. Sirva gelado.

  1. Mousse de café

Ingredientes

  • ½ envelope de gelatina incolor em pó sem sabor
  • 1 colher (sopa) de café solúvel
  • 1 ½ xícara (chá) de água (sendo ½ xícara de água fervente e 1 xícara de água fria)
  • ½ xícara (chá) de leite desnatado
  • 2 xícaras (chá) de leite em pó desnatado
  • 1 colher (sobremesa) de adoçante em pó
  • 3 claras de ovo

Modo de preparo

Hidrate a gelatina na água fria e reserve. Misture o café com a água fervente e junte a gelatina. Leve ao banho-maria para ficar homogêneo, sem deixar aquecer. Retire do fogo e junte o leite, o leite em pó e o adoçante. Mexa bem e leve à geladeira até começar a endurecer. Retire da geladeira e reserve. Bata as claras em neve e incorpore-as com cuidado ao creme reservado. Coloque em uma forma média ou em forminhas e leve à geladeira até ficar bem firme.

  1. Pudim de banana com café

 Ingredientes

  • 1 ½ xícara (chá) de açúcar
  • 3 colheres (sopa) de café em pó
  • ½ xícara (chá) de água
  • 4 bananas-nanica
  • 3 ovos
  • ½ xícara (chá) de leite em pó
  • 1 xícara (chá) de leite
  • ¼ xícara (chá) de castanha-do-pará picada

Modo de preparo

Aqueça o forno a 220 °C. Use meia xícara (chá) do açúcar e caramelize uma forma de 18 cm de diâmetro de furo central. Reserve. Prepare o café com a água. No liquidificador, bata o café, o açúcar, as bananas picadas, os ovos, o leite em pó, o leite, o açúcar restante e a castanha. Coloque o pudim na forma e asse em banho-maria no forno por 1 hora. Sirva. Dica: use bananas bem maduras para um melhor resultado.

  1. Torta de ricota e café

Ingredientes

  • 200 gramas de biscoito salgado (água e sal)
  • ½ xícara (chá) de manteiga em temperatura ambiente
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 150 gramas de chocolate ao leite
  • 2 colheres (chá) de café solúvel
  • 500 gramas de ricota fresca
  • 2 gemas de ovo
  • 1 colher (chá) de baunilha
  • 2 claras de ovo

Modo de preparo

Aqueça o forno a 180 °C. Triture os biscoitos, junte a manteiga e duas colheres do açúcar. Misture até obter uma farofa. Forre o fundo de uma forma de aro removível de 22 cm de diâmetro e reserve. Derreta o chocolate em banho-maria, acrescente o café e misture. Amasse a ricota com um garfo, adicione o açúcar restante, as gemas, a baunilha e o chocolate derretido.

  1. Cheesecake de café e coco

Ingredientes

  • 150 gramas de biscoito de maisena triturado
  • 3 colheres (sopa) de margarina em temperatura ambiente
  • 2 colheres (sopa) de cream cheese
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 200 ml de leite de coco
  • 1 ½ colher (sopa) de café solúvel
  • 1 envelope de gelatina incolor sem sabor
  • 3 xícaras (chá) de açúcar
  • 100 gramas de coco
  • 3 xícaras (chá) de leite

Modo de preparo

Misture o biscoito com a margarina até formar uma farofa. Forre com a farofa o fundo de uma forma redonda de fundo removível ou um refratário. Bata o cream cheese com o leite condensado até ficar cremoso, acrescente o creme de leite e o leite de coco e bata mais um pouco (pode ser no liquidificador). Dissolva o café em duas colheres (sopa) de água e junte ao creme. Hidrate a gelatina incolor como indicado na embalagem, adicione ao creme e bata novamente até misturar bem. Despeje sobre a forma com a farofa de biscoito e leve ao congelador ou freezer até endurecer. Para fazer a calda, misture o açúcar, o coco e o leite e leve ao fogo até virar uma calda consistente e dourada. Deixe esfriar. Retire o cheesecake do freezer e despeje a calda.

  1. Bala de café

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de café pronto bem forte
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 3 xícaras (chá) de açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de mel
  • 1 gema de ovo
  • 1 colher (sopa) de farinha de trigo
  • Manteiga para untar

Modo de preparo

Em uma tigela, misture o café, o leite, o açúcar, o mel, a gema ligeiramente batida e a farinha peneirada. Mexa vigorosamente com uma colher de pau e transfira para uma panela. Leve ao fogo médio (170 ºC a 190 ºC). Cozinhe sem parar de mexer com uma colher de pau até ficar no ponto de fio grosso. Despeje sobre um mármore untado e deixe amornar um pouco. Com um cortador de biscoito, corte o caramelo formado e espere as balas esfriarem completamente. Embrulhe-as em papel próprio para bala ou guarde-as em um vidro fechado por até 1 semana. Dica: não deixe esfriar demais para cortar a bala. Espere apenas amornar um pouco ou ela pode ficar mais dura.

  1. Bolo caramelado de café

Ingredientes

  • 8 colheres (sopa) de café em pó
  • 4 xícaras (chá) de água quente
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • ½  xícara (chá) de licor de sua preferência
  • 1 tablete de fermento biológico fresco para pão
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • ½ xícara (chá) de leite
  • 3 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 pitada de sal
  • 2 ovos
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo

Modo de preparo

Faça a calda: prepare o café normalmente com as 4 xícaras de água quente e transfira para uma panela. Junte o açúcar e mexa até dissolvê-lo completamente. Leve ao fogo baixo e deixe ferver até formar uma calda grossa. Retire do fogo e junte o licor. Reserve. Prepare a massa: dissolva o fermento fresco no açúcar. Adicione o leite aos poucos e mexa com uma colher de pau. Junte a manteiga, o sal e os ovos, um a um, e não pare de mexer até ficar homogêneo. Acrescente a farinha de trigo peneirada aos poucos e incorpore-a completamente à massa. Despeje em uma fôrma untada e cubra com um pano de prato. Deixe descansar por 1 hora aproximadamente. Asse em forno médio preaquecido. Retire do forno e regue o bolo com metade da calda quente. Deixe esfriar a calda e o bolo e só então o desenforme. Sirva com mais calda e, se desejar, com chantilly. Dica: para realçar o sabor, use licor de café na calda.

  1. Pudim de pão com café e chocolate

Ingredientes

  • 4 pães pequenos
  • 2 ½ xícaras (chá) de leite
  • 4 ovos
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 colher (sopa) de margarina
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 colheres (sopa) de café solúvel
  • ½ xícara (chá) de chocolate em gotas

Modo de preparo

Pique os pãezinhos e coloque de molho no leite. No liquidificador, bata o pão com o leite, os ovos, o açúcar, a margarina, o leite condensado e o café. Misture as gotas chocolate e coloque em uma forma retangular caramelizada. Asse em banho-maria no forno alto, a 200 ºC, preaquecido, durante 1 hora.

Um cafezinho sempre é bom 🙂 Você conhece a nossa seção dedicada ao café ?

 

Fonte: revista Claudia Foto: Mauro Holanda

 

Conheça os 6 principais benefícios do café

“Meu dia não começa antes de tomar café!”. Quantas vezes você não ouviu – ou até mesmo disse – essa frase? O ritual matinal preferido do brasileiro não poderia ser mais positivo: a bebida faz bem para o corpo e para a mente e prepara você para encarar o dia que vem pela frente. Conheça seus principais benefícios:

Mais disposição

Sem dúvidas, o efeito mais conhecido do café é o poder de deixar nossa mente alerta e pronta para qualquer desafio, mesmo depois de uma noite mal dormida. Isso acontece porque a cafeína estimula o sistema nervoso central, permitindo que fiquemos acordados e com mais energia por mais tempo.

Memória turbinada

É o que diz um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. A pesquisa concluiu que a cafeína melhora o processo de consolidação das lembranças, fazendo bem para a memória de longo prazo.

Quilos a menos

A bebida tem o poder de ajudar a enxugar as medidas por ser rica em cafeína. Essa substância é termogênica, ou seja, acelera o metabolismo, fazendo o organismo gastar mais calorias e, consequentemente, queimar mais gordura. 

Corpo blindado

O café é um antioxidante poderosíssimo. Ao combater os radicais livres, ele protege coração, pele, olhos e sistema imunológico e ainda previne câncer e o envelhecimento precoce.

Fígado protegido

Segundo um estudo realizado pela Universidade Nacional de Singapura, beber duas xícaras por dia diminui o risco de morte por cirrose. Já uma pesquisa desenvolvida pela Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, mostrou que consumir a bebida diariamente previne o surgimento de uma forma comum de câncer de fígado. Mas isso não libera o consumo desenfreado de álcool, ok?

Amigo da saúde mental

A ciência associou o consumo de café à redução de cerca de 50% do risco de suicídio – mais precisamente, entre adultos que tomam de duas a quatro xícaras de café por dia. Isso acontece porque a bebida estimula o sistema nervoso central, aumentando a produção de neurotransmissores como dopamina, noradrenalina e serotonina, responsáveis pela sensação de bem-estar. O efeito antidepressivo é ainda mais potente nas mulheres, segundo estudo feito pela Harvard School of Public Health (HSPH), nos Estados Unidos. Apesar da descoberta, os cientistas orientam que adultos com depressão não abusem no consumo, pois isso pode causar efeitos colaterais indesejados.

Vale o alerta:

Apesar de possuir uma série de benefícios, café em excesso faz mal. Pegar pesado na dose pode causar transtorno mental temporário e síndrome de abstinência – manifestando sintomas como inquietação, nervosismo, espasmos musculares, desconforto gastrointestinal, insônia e alteração do ritmo cardíaco. Ao desconfiar de que está sofrendo disso, é recomendado cortar o consumo, combinado?

Gim: 8 receitas de drinques para fazer em casa

Pouca gente sabe, mas o gim foi criado no século XVII pelo médico e professor holandês Francisco de la Boie como um remédio para amenizar problemas renais. Durante a Guerra dos 30 anos, a bebida se popularizou entre os soldados ingleses como uma forma de espantar o frio e, de lá pra cá, seu consumo só tem aumentado ao redor do mundo. Selecionamos oito receitas deliciosas para mostrar a versatilidade desse destilado à base de cereais, olha só:

Gin & Tonic

Ingredientes

  • 50 ml de gim
  • 2 rodelas de limão siciliano ou tahiti
  • Água tônica na quantidade necessária para completar a taça
  • 1 ramo de alecrim para decorar
  • Gelo a gosto

Modo de preparo

Coloque o gelo no copo e acrescente todos os ingredientes. Decore com alecrim e sirva.

Gimlet

Ingredientes

  • 60 ml de gim
  • 25 ml de suco de limão espremido na hora
  • 5 ml de xarope de açúcar
  • Gelo
  • Uma taça de Martini

Modo de preparo

Coloque gelo numa coqueteleira e adicione os ingredientes. Bata e sirva coado e sem gelo na taça previamente gelada.

Negroni

Ingredientes

  • 50 ml de gim
  • 50 ml de bitter
  • 50 ml de vermute rosé doce

Modo de preparo

Coloque o gelo no copo, acrescente uma parte de cada um dos três ingredientes e mexa um pouco com uma colher.  Sirva em copo old fashioned com duas ou três pedras de gelo.

Safron Martini

Ingredientes

  • 40 ml de gim aromatizado com açafrão
  • 30 ml de vermute branco
  • 20 ml de suco de limão siciliano

Modo de preparo

Em um recipiente, misture o gim, o vermute e o suco de limão. Passe um pedacinho da casca do limão na parte de dentro da borda do copo para que fique mais cítrico. Passe a mistura para o copo e decore com a casca do limão.

Rose Cucumber

Ingredientes

  • 75 ml de gim
  • 200 ml de água tônica
  • Gotas de bitter
  • 2 fatias de casca de pepino
  • 2 pétalas de rosa
  • Gelo

Modo de preparo

Em um recipiente, misture o gim, a água tônica e o bitter. Em um copo, coloque o gelo, as fatias de pepino e as pétalas de rosa. Preencha com a mistura de gim.

French 75

Ingredientes

  • 60 ml de gim
  • 20 ml de suco de limão siciliano
  • 1 dash de xarope simples
  • 1 cereja em calda
  • 1 colher (chá) de calda de cereja
  • Espumante
  • Xarope simples feito com 1 xícara de açúcar e 1 xícara de água

Modo de preparo

Para o xarope, em uma panela ferva a água e o açúcar até obter uma calda leve. Reserve. Em uma coqueteleira, bata o gim, o suco de limão e o xarope simples. Coloque a mistura em uma taça flute. Complete com espumante. Adicione a calda e a cereja.

Bee’s Knees

Ingredientes

  • 60 ml de gim
  • 20 ml de mel
  • Suco de 1/2 limão siciliano
  • 1/2 rodela de limão siciliano
  • Gelo

Modo de preparo

Em um copo de uísque, misture o mel e o suco de limão como uma colher, formando uma espécie de xarope. Complete com o copo com gelo. Adicione o gim e decore com a 1/2 rodela de limão.

White Scarface

Ingredientes

  • 60 ml de gim
  • 40 ml de ginger ale
  • 40 ml de soda
  • Suco de 1/2 limão siciliano
  • Casca de limão e açúcar de baunilha para decorar
  • Gelo

Modo de preparo

Em uma coqueteleira, bata o gim e o suco de limão. Em um copo, use a parte suculenta da casca do limão para passar na borda do copo. Depois, encoste a borda no açúcar de baunilha, criando uma crosta fininha em volta. Preencha com gelo e adicione a mistura da coqueteleira.  Coloque o ginger ale e a soda. Decore com a casca de limão.

Ficou com vontade? Você pode encontrar uma variedade de Gin em nossa loja virtual e receber na comodidade de sua residência.

Com informações do Guia da Semana e do site Destemperados.

5 curiosidades sobre whisky que você nunca imaginou

Você sabia que a palavra whisky é a abreviação da expressão gaélica “uisce beatha”, que significa “água da vida”? Essa é apenas uma das curiosidades que o vasto universo dessa bebida reserva. Reunimos algumas a seguir, confira!

1. Whisky ou whiskey?

Depende do lugar em que foi produzido. Geralmente, acrescenta-se o “EY” em bebidas feitas nos Estados Unidos ou na Irlanda. O objetivo é diferenciá-las daquelas produzidas em outros lugares e que possuem processos diferentes de fabricação, como as escocesas.

2. Todo shot é cowboy, mas nem todo cowboy é shot

O mito do whisky cowboy vem da época dos caubóis americanos, em que não existia gelo e, por isso, era necessário consumir a bebida pura. Por isso, tanto faz se for servido em um copo de shot ou no de “on the rocks”, o importante é que se mantenha a forma de degustar.

3. Com gelo, por que não?

Quem diz que apenas o whisky cowboy vale a pena ser consumido deveria rever seus conceitos. Por ficar muito tempo parado na garrafa, o destilado precisa de oxigênio (presente na água) para liberar os aromas que estavam “adormecidos”. Sendo assim, não é preciso ter receio em adicionar algumas pedras de gelo ou um pouco de água (proporção aproximada de 1/4) para experienciar ao máximo as notas frutadas, abaunilhadas, achocolatadas, florais, spicy e tantas outras que a bebida pode proporcionar.

4. Whisky não envelhece na garrafa

Má notícia para quem encontrou aquela preciosidade no porão de casa ou herdou uma garrafa do avô. O envelhecimento da bebida só acontece quando o líquido entra em contato com a madeira, ao contrário do que ocorre com vinho e certos tipos de cerveja. Ou seja, aquele whisky engarrafado nos anos 20 parou de envelhecer… nos anos 20! E, uma notícia pior ainda: dependendo de quanto tempo ele estiver parado, pode ser que até esteja com um sabor desagradável.

5. Whisky não é só coisa de americano, escocês, irlandês e canadense

Pelo contrário! Alguns historiadores defendem que a bebida, na verdade, é de origem moura ou arábica. Os primeiros registros modernos datam de 1494, em uma carta que descreve a aquisição de matéria-prima para a produção de mais de 1.500 garrafas da bebida. Que tal expandir seu paladar para outras nacionalidades?
Países como Japão e China já receberam o título de melhor whisky do mundo e outros, como Espanha, Paquistão e Índia, também são elogiados por sua fabricação – foi neste último país, aliás, que surgiu o Amrut Whisky, considerado uma obra de arte etílica.

Quer saber mais curiosidades e novidades? Navegue em nosso blog ou visite nossa página no Facebook! 🙂